Descubra Como Economizar Faz Bem para Você e para o Meio Ambiente!

pexels-kindel-media-6994185

Você já parou para pensar no poder que suas escolhas diárias têm? Cada ida ao supermercado e cada momento na cozinha têm um papel importante nas finanças da casa, no meio ambiente e até na sua saúde.

Ao adotar práticas como a reutilização de embalagens, a compra de produtos duráveis e a conscientização sobre o ciclo de vida dos alimentos, você está fazendo parte dessa transformação! E, falando em transformação, conservar os alimentos direitinho, por exemplo, não só preserva o sabor e os nutrientes dele, mas também evita desperdícios e faz bem ao bolso.

Pensando em tudo isso, vamos explorar juntos como as decisões inteligentes nas compras, conservação e aproveitamento dos alimentos podem fazer toda a diferença no equilíbrio do seu orçamento e no meio ambiente!

Economia circular ♻️

Agora, vamos falar sobre um assunto muito interessante: a Economia Circular dos alimentos! Pode parecer um termo chique, mas é só um jeito de dizer que, em vez de descartar as coisas quando não precisamos mais, a ideia é reutilizá-las, reciclá-las ou dar a elas um novo propósito.

Pense em uma garrafa de plástico. Na economia circular, ao invés de jogá-la fora, ela seria reciclada para fazer uma nova garrafa ou outro produto. Isso evita que o plástico acabe poluindo o meio ambiente.

Na economia circular dos alimentos, o mesmo se aplica. Em vez de jogar fora alimentos que sobraram, podemos pensar em maneiras criativas de usá-los, como transformar cascas de vegetais e talos em caldos, ou frutas maduras em receitas de sobremesas; deliciosas, aproveitando ao máximo o que colocamos no prato, sem desperdícios.

Conservação e aproveitamento integral dos alimentos

Falando em economia circular dos alimentos, a conservação e aproveitamento integral são peças-chave desse quebra-cabeça sustentável. Vamos entender como isso se encaixa perfeitamente!

  • 1ª dica para evitar o desperdício: prefira legumes, hortaliças e frutas da época, são mais saborosos, mais baratos e mais frescos!
  • 2ª dica é: a geladeira é sua melhor amiga! Ao guardar corretamente os alimentos, fazemos com que eles durem mais. Você já se ligou que na sua geladeira tem espaços que gelam mais e outros menos? Confira o nosso infográfico aqui no site e saiba mais sobre os locais ideais de armazenamento para cada tipo de alimento. Ao armazenar os alimentos no lugar certo é possível mantê-los fresquinhos e gostosos por mais tempo. Além disso, não retire cascas grossas, pois elas são a proteção natural do alimento.

Agora, pensando em aproveitamento integral, a ideia é incrível! Ao invés de jogar fora partes dos alimentos que costumam ir para o lixo, como cascas e talos, podemos transformá-los em algo delicioso. Isso evita o desperdício e ainda deixa nossas refeições bem mais nutritivas e saborosas.

Vamos imaginar: aquelas cascas de batata que normalmente vão para o lixo podem se tornar chips crocantes. Já as sobras do jantar? Elas têm potencial para se transformar em um novo prato saboroso no dia seguinte. É uma maneira prática e econômica de garantir que nada vá para o lixo sem antes ser devidamente aproveitado.

Já pensou em aproveitar o que sobrou dos vegetais para fazer uma deliciosa torta salgada com a aveia Jasmine?! 😋

Fique esperto (a) nos seus hábitos e tome decisões mais conscientes. Seu bolso e o planeta agradecem! 💡🛒🌿 Ah! E compartilhe suas dicas para reduzir o desperdício de alimentos com colegas e família!

Desenvolvido por:
Equilibrium Latam consultoria de saúde e nutrição

REFERÊNCIAS:
1. Relatório QTrends 2022-2023. Equilibrium.
2. Banco de Alimentos e Colheita Urbana: Aproveitamento Integral dos Alimentos. Rio de Janeiro: SESC/DN, 2003. 45 pág. (Mesa Brasil SESC Segurança Alimentar e Nutricional). Programa Alimentos Seguros. Convênio CNC/CNI/SEBRAE/ANVISA.

Compartilhe:

Leia Também

Pular para o conteúdo