O que eu como impacta na minha saúde mental?

Pessoa cozinhando

Saúde não é mais apenas prevenir doenças, mas também garantir às pessoas todo um bem-estar físico, mental, social e ambiental. É a partir dessa ideia que vêm se tornando frequentes discussões sobre a importância de cuidar da mente.

Para começarmos essa conversa, vamos primeiro entender o que de fato é saúde mental: ela é um componente importante do nosso bem-estar e envolve pensamentos, raciocínio, memória, sentimentos, emoções, habilidades sociais, capacidade de lidar com o estresse e com as situações adversas da vida. Manter uma boa saúde mental é sobre cuidar desses e de outros aspectos que envolvem a nossa mente, e por vezes, o que chamamos de coração, assim como cuidamos da saúde física, buscando ajuda sempre que necessário.

Quando falamos de saúde mental, é inevitável mencionar transtornos mentais, como ansiedade, depressão e estresse, com diagnósticos cada vez mais presentes na população e que podem impactar significativamente a qualidade de vida das pessoas. Os mais comuns

  • A ansiedade se manifesta como uma inquietação persistente, preocupação excessiva com o futuro e uma sensação constante de que algo ruim está prestes a acontecer. Segundo a Organização Mundial da Saúde, o Brasil é o país mais ansioso do mundo.
  • A depressão, por sua vez, é uma tristeza crônica que ocorre junto com a falta de prazer nas atividades cotidianas, sensação de vazio e até mesmo pensamentos suicidas. A depressão atinge atualmente cerca de 12,7% dos brasileiros

Ambos os casos são respostas que podem acontecer diante de grande estresse psicológico, podendo ser passageiras ou duradouras.

Ansiedade e depressão são os transtornos mentais mais frequentes na população, mas existem muitos outros que afetam a saúde mental, como, por exemplo, aqueles relacionados com humor, personalidade, aprendizagem e socialização. Nesse contexto, pode ser necessário o acompanhamento de uma equipe formada por diferentes profissionais de saúde que, em conjunto, indicam as terapias necessárias para cada paciente.

Se você estiver passando por isso, busque ajuda no posto de saúde (UBS) mais próximo da sua casa. E se for alguma emergência, basta ligar para o SAMU no número 192 para receber as orientações adequadas. A ligação é gratuita e funciona 24h por dia.

 

Existe relação entre saúde mental e nutrição?

Embora esse é um tema de estudo novo dentro da ciência, é sim possível ver uma conexão. A saúde do cérebro está ligada ao resto do corpo, e por isso, hábitos e comportamentos que melhorem a saúde física também serão benéficos para a nossa mente.

De maneira mais direta, o cérebro, o intestino e o sistema de defesa possuem uma ligação forte, sendo que o mau funcionamento de um impacta diretamente nos demais. Períodos de estresse físico ou psicológico podem prejudicar o intestino, dificultando a digestão e causando sintomas indesejados. Por outro lado, uma doença intestinal não tratada pode prejudicar a memória, o raciocínio e a defesa contra infecções.

A boa notícia é que a alimentação pode ter um papel protetor contra problemas de saúde mental, principalmente quando faz parte de todo um estilo de vida saudável e equilibrado, com atividade física, exposição adequada ao sol, sono de qualidade, gerenciamento de estresse e relacionamentos sociais.

Veja abaixo algumas recomendações nutricionais para ajudar a saúde em geral:

  • QUANTO MAIS MELHOR: frutas, legumes e verduras, sejam eles crus ou cozidos;
  • UM POUCO TODO DIA: Variedade de cereais, grãos, nozes e sementes. Ex: aveia, chia, linhaça, castanha do Pará…
  • VAI COM CALMA: com carnes e queijos muito gordurosos, priorizando opções mais magras como frango, peixe, ovo e queijos brancos;
  • GORDURA, PREFIRA AS BOAS: boas fontes de gordura são: azeite, abacate, nozes, sementes e peixes gordurosos;
  • FICA DE OLHO: com o consumo excessivo de açúcares e sal;
  • REDUZA: consumo de bebidas alcoólicas;
  • GARRAFINHA SEMPRE POR PERTO: Hidratação, beba água mesmo sem sentir sede, principalmente nos dias mais quentes e secos.

 

Uma alimentação variada garante a ingestão de nutrientes importantes para o funcionamento adequado do cérebro, como vitaminas B12 e D, ferro, zinco, ômega 3, além de compostos antioxidantes, fibras e demais vitaminas e minerais. E nos casos em que forem necessários, um nutricionista ou médico podem complementar algum nutriente por meio da suplementação.

Além disso, dizemos que ela deve ser equilibrada, não é mesmo? Isso significa combinar uma rotina regrada com os costumes regionais e os momentos de prazer. A pizza com refrigerante em um aniversário, o pastel com caldo de cana na feira com os amigos, uma taça de espumante para comemorar momentos importantes e até mesmo um docinho pós-almoço são perfeitamente possíveis dentro de um estilo de vida saudável. Permitir viver esses momentos também é cuidar da saúde mental!

 

Desenvolvido por:

Equilibrium Latam consultoria de saúde e nutrição

 

Referências:

Brasil. SUS oferece atendimento às pessoas com transtornos mentais. Ministério da Saúde. Disponível em: <https://www.gov.br/casacivil/pt-br/assuntos/noticias/2022/outubro/sus-oferece-atendimento-as-pessoas-que-vivem-com-algum-tipo-de-transtorno-mental >. Acesso em: 22 Mar 2024.

Carvalho, R. Por que o Brasil tem a população mais ansiosa do mundo? G1. Disponível em: <https://g1.globo.com/saude/noticia/2023/02/27/por-que-o-brasil-tem-a-populacao-mais-ansiosa-do-mundo.ghtml>. Acesso em:  22 Mar 2024.

CNN Brasil. Mais de 26% dos brasileiros têm diagnóstico de ansiedade, diz estudo. Disponível em: < https://www.cnnbrasil.com.br/saude/mais-de-26-dos-brasileiros-tem-diagnostico-de-ansiedade-diz-estudo/>. Acesso em: 22 Mar 2024.

Morais, L.H., Schreiber, H.L. & Mazmanian, S.K. The gut microbiota–brain axis in behaviour and brain disorders. Nat Rev Microbiol 19, 241–255 (2021). https://doi.org/10.1038/s41579-020-00460-0

Teitelbaum, J; Weiss, A; Brewster, G; Leyse-Wallace, R. Dietoterapia nos Transtornos Psiquiátricos e Cognitivos. In: Mahan, L. K; Raymond, J. L. Krause: Alimentos, Nutrição e Dietoterapia. 14ª ed. Barueri: Elsevier, 2018.

WHO highlights urgent need to transform mental health and mental health care. World Health Organization. Disponível em: <https://www.who.int/news/item/17-06-2022-who-highlights-urgent-need-to-transform-mental-health-and-mental-health-care>. Acesso em: 15 Mar 2024.

Compartilhe:

Leia Também

Pular para o conteúdo